Um plano de negócios nada mais é do que uma série de diretrizes definidas por uma empresa que explica como ela vai chegar do ponto A ao ponto B num determinado período de tempo. Ou seja, é a materialização de uma estratégia escolhida para um negócio. Elaborar um plano de negócios é uma tarefa que exige diversos tipos de conhecimento, porque necessita dar uma visão holística sobre o negócio em questão e como essas diretrizes estabelecidas serão executadas.

Os planos de negócio podem ser utilizados em diversas situações. Obviamente, a primeira, e mais essencial, é na operação interna da empresa: é a melhor forma de compartilhar com os colaboradores os objetivos e estabelecer as metas para atingi-los. Além disso, os planos de negócio podem ser utilizados, por exemplo, para uma avaliação de crédito por uma instituição bancária ou como uma forma de “vender” o negócio para um possível investidor, mostrando a ele o potencial de retorno que aquele negócio deve oferecer.

Gosto de pensar que todo projeto audiovisual é, em sua essência, um novo empreendimento. É como se, a cada filme, série ou programa de TV, estivéssemos pensando na criação de uma nova “empresa”. Uma produtora, nada mais é, do que uma criadora de novos empreendimentos, a partir dessa perspectiva. O plano de negócios, no contexto da indústria audiovisual, deve entrar no radar do produtor já nas primeiras etapas da concepção do projeto.

A seguir, saberemos um pouco sobre alguns elementos que devem estar evidentes num plano de negócios:

CAPACIDADE DE GESTÃO

Quando falamos de uma empresa, esse item se refere às características, habilidades e experiências da equipe que gere o negócio. Podem ser os sócios, diretores, gerentes, etc. No contexto de um projeto audiovisual, trata-se da capacidade de criação daquele produto e da capacidade de execução do projeto. Ou seja: além de ter as competências criativas, é preciso evidenciar que os envolvidos no projeto também tem as competências gerenciais necessárias para entregar o produto final com qualidade, seguindo o orçamento e o prazo determinado.

É importante destacar, também, que as fraquezas da equipe, ou seja, as habilidades “faltantes” para a execução do projeto são conhecidas e mostrar como os produtores pretendem supri-las. Seja contratando outros profissionais ou alterando alguma estratégia de execução.

Perguntas para ajudar na elaboração:

  • Quem são os criadores e produtores desse projeto?
  • O que essas pessoas já fizeram em suas carreiras que se relacionam com esse projeto?
  • Quanto custa essa equipe?
  • Quais habilidades essas pessoas não tem?
  • Como os produtores pretendem preencher esses gaps de habilidades?
  • Quanto de investimento será necessário para preencher esses gaps da equipe?

TAMANHO DO MERCADO

Um outro item essencial num plano de negócios é a definição e a mensuração do mercado onde se pretende atuar. Além de conhecer dados do setor, é importante para o produtor ter clareza de quem é o cliente que se quer atingir, tanto em quantidade, quanto em potencial de receitas. Para obter esses dados, é necessário um intenso trabalho de pesquisa e fontes oficiais (como o IBGE, a Ancine, etc.) normalmente podem fornecer dados importantes.

O tamanho do mercado determina, em última instância, a viabilidade econômica de um projeto: ou seja, a partir das informações dos clientes, concorrentes e do mercado como um todo, é possível saber se aquele negócio é viável ou não com base no investimento esperado. Esse item é especialmente delicado quando falamos de um projeto para televisão. Isso porque tem-se duas “instâncias” de clientes: os clientes finais, que irão assistir ao produto na TV, mas também um cliente “intermediário”, que é o canal de TV. Sem o canal, o produtor não conseguirá chegar ao público final e, portanto, atingir o potencial de mercado que se espera.

Perguntas para ajudar na elaboração:

  • Quais são os principais ofertantes de projetos no mercado?
  • Quais são os principais demandantes de projetos no mercado?
  • Que outros produtos existentes no mercado se assemelham ao meu projeto?
  • Quais as características dos consumidores que assistem/consomem esses produtos semelhantes?
  • Quanto esses consumidores estão dispostos a pagar pelo meu produto?
  • Existe espaço para meu produto no mercado atual?

VANTAGEM COMPETITIVA

A vantagem competitiva é aquilo que o diferencia de seus concorrentes. O que faz de seu projeto único e fará os consumidores escolherem seu produto ao invés de outro similar? Um produto audiovisual é, por si só, um produto inovador, o que poderia ser interpretado como uma vantagem competitiva. Mas é importante refletir e tangibilizar esse “ineditismo”.

O interessante da vantagem competitiva é que ela não se limita ao produto final: você pode ter, por exemplo, um esquema de produção mais econômico ou uma forma de captação mais rápida. Tudo isso coloca seu projeto à frente de outros. Portanto, quando for analisar as vantagens competitivas, conheça bem a concorrência em todos os aspectos: produtos, processos e recursos.

Perguntas para ajudar na elaboração:

  • Como meu produto final se diferencia dos produtos similares?
  • Como a execução do meu projeto se diferencia da execução de outros projetos?
  • Como os recursos que tenho à disposição facilitam na execução do projeto?
  • Quais características minha equipe possui que não podem ser encontradas em nenhum outro projeto?

RISCOS CONHECIDOS

Todo empreendimento envolve riscos. Partindo dessa premissa, é essencial que você conheça o máximo de riscos envolvidos em seu projeto. Isso demonstra que você sabe bem do que está falando e estará preparado para enfrentar os desafios envolvidos numa produção. Obviamente, para cada risco mapeado, deve ser apresentada, também, uma estratégia de mitigação.

Os riscos podem estar envolvidos em todos os aspectos do projeto e a melhor forma de identificá-los é elaborando o plano de negócios! No processo de escrever sobre a capacidade de gestão, o tamanho do mercado e a vantagem competitiva, os riscos ficarão muito mais evidentes e pensar nas soluções possíveis será muito mais fácil.

Elaborar um plano de negócios não é uma tarefa simples porque exige muita dedicação e pesquisa. Mas seu projeto estará muito mais sólido e estruturado ao final dele.

Se precisar da minha ajuda nesse processo, só entrar em contato! Ficarei muito feliz em colaborar!

Por hoje, é isso!

Beijos e abraços!

PS: não esqueçam de compartilhar, curtir, comentar, etc.

Anúncios