Dando continuidade à análise da performance dos títulos brasileiros nos cinemas em 2015 (primeira parte aqui), vamos analisar o comportamento das comédias lançadas naquele ano.

Em números gerais, foram lançadas 22 comédias em 2015, conforme a tabela a seguir, em ordem alfabética:

COMÉDIAS BRASILEIRAS LANÇADAS EM 2015 EM ORDEM ALFABÉTICA
A esperança é a última que morre
Até que a casa caia
Até que a sorte nos separe 3
Batguano
Carrossel, O Filme
Divã a 2
Entre Abelhas
Estranhos
Fala Sério!
Infância
Linda de morrer
Loucas pra Casar
Meu Passado Me Condena 2
Meus Dois Amores
Mulheres no poder
O Duelo
Pequeno dicionário amoroso 2
Qualquer Gato Vira-lata 2
S.O.S Mulheres ao mar 2
Sorria, Você Está Sendo Filmado – O Filme
Superpai
Vai que Cola – O Filme

Além disso, a média de público por sala na semana de lançamento foi de 2.983 pessoas ao final do período em cartaz. E, em média, as comédias foram lançadas em 283 salas.

Comédia, conforme vimos no post anterior, foi o único gênero cuja performance média foi acima da média geral dos lançamentos nacionais. Isto é, a média dos lançamentos de comédia ficou acima da média geral de público por sala na semana de exibição.

Seguindo o mesmo método, minha intenção foi analisar os dados de cada título de comédia, para entender se performaram acima ou abaixo da média geral das comédias e também da média geral de todos os lançamentos.

O gráfico a seguir mostra o índice final normalizado a partir da média geral das comédias. E a linha em laranja mostra a média geral dos lançamentos independentemente do gênero (a marca zero do gráfico do último post).

performance_comedias_2015

Como podemos observar, apenas cinco títulos performaram acima da média geral das comédias:

  • Carrossel – O Filme
  • Loucas pra casar
  • Meu passado me condena 2
  • S.O.S. mulheres ao mar 2
  • Vai que cola – O Filme

Todas as outras comédias tiveram uma performance menor do que a média desse gênero e também da média geral de todos os lançamentos (linha laranja). Ou seja, apesar de serem comédias isso não garantiu que tivessem uma performance mais próxima da média geral.

Estes cinco filmes, com resultados muito acima da média, respondem, portanto, por grande parte do público nas salas de cinema e criam um viés positivo nos indicadores de performance dos filmes brasileiros.

Isso nos faz questionar o que faz deles grandes blockbusters. Não há um regra clara, mas podemos identificar alguns padrões:

  • São sequências de filmes de sucesso
  • São subprodutos de grandes sucessos televisivos
  • Possuem grandes estrelas da Globo como protagonistas

Apenas o filme Loucas pra casar foge um pouco às duas primeiras regras, porém é possível argumentar que a protagonista, a atriz Ingrid Guimarães, foi estrela de uma outra série de comédia na mesma linha, a franquia De pernas pro ar (1 e 2).

Embora estas características definam os cinco grandes lançamentos, não podem ser consideradas uma fórmula de sucesso, uma vez que há filmes que performaram abaixo da média das comédias e possuem esses mesmos padrões, por exemplo, Qualquer gato vira-lata 2, Até que a sorte nos separe 3 e Linda de morrer.

Vou deixar uma reflexão pra vocês: que outras teorias podem explicar a performance acima da média desses cinco filmes? E o que explica a preferência dos brasileiros pelos títulos de comédia? Como podemos descobrir isso?

Acho que por hoje, é isso!

Existem algumas outras interpretações interessantes sobre esses dados, vocês conseguem identificar? O que podem me falar sobre isso? Comentem aqui embaixo!

E agora já sabem, se quiserem minha ajuda pra criar um plano de negócios, seja pra um projeto ou pra sua produtora, entrem em contato!

Beijos e abraços!!

 

Anúncios